quarta-feira, 10 de março de 2010

Minha opinião sobre feiras de filhotes


O cachorrinho da foto não é uma fofura?? Pois eu me apaixonei por ele durante uma feira de filhotes e, num impulso, levei para casa! Isso foi há quase 5 anos. Ele ganhou o nome de Sansão. Foi o meu primeiro cachorro desde que moro em Porto Alegre (os outros eram sempre da família).


Mobilizei todos! O "avô" comprou a caminha, fui atrás de potes, ração, veterinário, enfim, tudo o que ele precisava. O Sansão viveu 11 dias. Começou a fricar fraco, fez transfusão de sangue, tomou glicose e … morreu. Fico tranqüila ao lembrar que, na sua curta vidinha, o Sansão teve o meu amor.


Moral da história: cuidado com as feiras de filhotes. É legal ver os bichinhos, mas lembrem que eles não têm ainda todas as vacinas e ficam reunidos todos em um espaço fechado que pode facilitar a transmissão de doenças. Além disso, ao pegar os filhotes no colo para dar aquela afofada, você pode estar ajudando a levar qualquer vírus adiante.


Minha sugestão: não compre, adote!



Um comentário:

Janaína disse...

Ai que triste história... 11 dias...

Eu comprei, confesso. Queria MUUUUITO um schnauzer, e só depois descobri que existem vários pra adoção. Mas comprei de um canil, onde ele não ficou exposto, a dona me mantinha informada e mandava fotos por e-mail e podia v~e-los pela webcam. Quando o buscamos ele estava lindo forte e faceiro, hehe.

Acho que eu não compraria mais não... somente adotaria... e tb não me preocuparia mais com pedigree ... nem sei pra que o Will tem o dele, hehehehe