quarta-feira, 17 de março de 2010

Dono também tem ansiedade de separação


Não me deixe só!!! (Foto: divulgação)

Os sinais de ansiedade de separação em cachorros são muitos, entre os mais comuns estão o cão ficar apático, deixando de comer e brincar, babar por toda a casa, uivar incessantemente, fazer xixi na cama dos moradores e raspar a porta a ponto de ferir as patas.


Mas hoje quero falar sobre a ansiedade de separação sentida e exibida pelos donos de cães. Sim, nós também sofremos disso! E para o bem dos nossos mascotes, precisamos aprender a controlar nossas emoções e reações.

Grande parte dos cães com ansiedade de separação pertence a pessoas ansiosas. Para tornar a vida do seu pimpolho mais tranqüila, aí vão duas dicas rápidas de como deve ser seu comportamento em dois momentos críticos – a saída e a chegada em casa:

• Ao sair de casa, não se despeça calorosamente do cão, pois perceber o dono ansioso poderá aumentar a ansiedade do cão e fazê-lo sentir-se mal ou culpado nesses momentos.

• Ao chegar em casa, em vez de festejar o cão, o melhor é ignorá-lo, embora nem sempre seja fácil. Deixe o carinho, as brincadeiras ou o passeio para depois de ele ter se acalmado. Uma recepção calorosa só dará mais um motivo para ele ficar aflito na sua ausência.


Um comentário:

Janaína disse...

Mais alguma dica nesse sentido? Pq essas duas resolvem, mas pouco com o Will... ai ai.

Bjs.