terça-feira, 6 de abril de 2010

O Direito de Propriedade …

… sob o ponto de vista de um cão








• Se eu gosto, é meu.


• Se está na minha boca, é meu.


• Se eu estiver mastigando alguma coisa, todos os pedaços são meus.


• Se eu conseguir tirar de você, é meu.

• Se ficou um pouquinho comigo, é meu.


• Se fui eu quem vi primeiro, é meu.

• Se é meu, nunca vai parecer que é seu.


• Se você deixar algo cair no chão, aquilo passa automaticamente a ser meu.


• Se parecer que é meu, não tenha dúvidas: é meu.


• Mas se estiver quebrado, então é seu.







2 comentários:

Janaína disse...

Ahhhh, agora entendi um monte de coisas a respeito deles, hehehehehe.

Tudo faz sentido.

Bjs.

Marilene disse...

Muito boa!!! 'E o pior que as vezes, n'os somos um pouquinho assim... mas nao contamos pra ninguem.