sexta-feira, 9 de abril de 2010

Inteligência canina


O critério de avaliação da inteligência canina é baseado na facilidade que o cão tem em aprender e atender prontamente a comandos. A classificação abaixo foi montada pelo psicólogo Stanley Coren, professor de psicologia da Universidade de British Columbia, treinador e especialista em comportamento canino. Para ele os cães demonstram instintivamente múltiplas inteligências em diversas situações como:

Inteligência espacial: o cão compreende a organização do mundo que o cerca. Saber onde fica a sua guia, o pote de biscoitos e sua cama são demosntrações típicas da inteligência espacial.

Inteligência de coordenação motora: o cão é capaz de se mover e coordenar seus movimentos com destreza, como nos esportes onde o animal precisa saltar em altura e largura, equilibrar-se sobre uma gangorra ou uma corda, executar um slalom ou participar de competições que exijam agilidade (agility).

Inteligência intrapessoal: o cão conhece a si mesmo, suas capacidade e limitações. Um cão que se recusa a pular uma cerca que seja muito alta demonstra conhecimento sobre suas capacidades.

Inteligência interpessoal: o cão se reconhece como criatura social. É evidenciada em cães que interagem com outros e assumem função de líder ou outras dentro da matilha, bem como cães que tentam se comunicar com seus donos.

Inteligência musical: o cão é capaz de reconhecer fatores musicais, como harmonia e tom. A vocalização de sensações, como uivados, seria uma forma de manisfestação desse tipo de inteligência.

Inteligência lógica: cães são capazes de resolver problemas e aplicar estratégias racionais quando se deparam com novas situações. Quando se colocam dois pedaços de carne no chão, independente do tamanho delas, o cão pegará primeiro a que estiver mais perto - ele corre menos risco de perdê-la. Se ambas estiverem à mesma distância, ele pegará a maior.

Inteligência línguística: cães são capazes de se comunicar, uma vez que são animais sociais. Na natureza, é possível observar cães selvagens e lobos se organizarem para caçar, administrar posições sociais e divisão de tarefas, o que sugere um sistema de comunicação complexo. Além disso, cães são capazes de entender comandos.



Um comentário:

Janaína disse...

Interessante! Acho q o Will, de modo geral, é inteligente... tem vários aspectos dessas inteligências.

Semana q vem o Will estará de volta à Petcreche!

Bjocas, ótimo fim de semana.