terça-feira, 11 de maio de 2010

De onde vem o cheiro de cachorro molhado?


Hoje pela manhã cedinho, aproveitei uma trégua que a chuva deu para dar uma volta com o Ogro, pois o guri só faz cocô na rua. Mas no meio do caminho o aguaceiro despencou outra vez e chegamos os dois – eu e ele – ensopados em casa. Sequei ele bem direitinho, tanto para meu filhote não ficar com frio, como para não começar com aquele cheiro de cachorro molhado.

Mas foi então que surgiu a curiosidade: de onde vem o cheiro de cachorro molhado? É uma expressão tão conhecida, usada até para assuntos sem nenhum relação com cães (quem não tem um tênis velho com cheiro de cachorro molhado??), mas eu não conhecia a origem dela.

Fui pesquisar e achei a resposta bem esclarecedora: o cheiro de cachorro molhado é o resultado de uma reação química da água com algumas secreções malcheirosas produzidas pelos cães. A principal delas é produzida perto do ânus, na glândula perianal. Quando eles se molham, essas secreções se diluem pelo corpo. Quando elas evaporam, nossas narinas entram em contato com o odor desagradável.

Além dessa, existem também outras razões para o cheiro ruim. Os cachorros possuem muitos fungos e bactérias na pele. Se eles ficam com o pêlo úmido, pode haver uma predisposição a infecções que provocam cheiro ruim. Por isso, vale o conselho: para evitar que o animal fique com um odor barra-pesada, é preciso secar bem o pêlo com a toalha e, em seguida, com o secador - com cuidado para não queimar o bichinho.



Um comentário:

Janaína disse...

Que legal... tb não sabia! Blog da petcreche tb é cultura, hehe. Bjs.